Criptomoedas: O que são e quais opções do mercado?

Criptomoedas

O objetivo deste artigo é te apresentar de maneira clara e resumida ao mundo das Criptomoedas. Um mercado global em ascensão, que já abrange mais de 20 milhões de pessoas em todo o mundo, com uma movimentação de bilhões de dólares ao ano , que vem atraindo olhares de investidores com a mente aberta e interesse em mudar não somente seu capital, mas todo seu modo de fazer negócios.

As Criptomoedas são moedas virtuais, ou seja, não possuem uma moeda física e não são controladas ou intermediadas por nenhuma instituição, como um banco ou um governo, mas sim por um código aberto na internet.

Através delas você pode fazer operações como uma transferência de dinheiro a qualquer parte do mundo diretamente com quem você quer negociar, de maneira segura, prática e rápida, podendo convertê-la em qualquer outra moeda de um país, como Dólar, Euro ou Real.

Por exemplo: uma pessoa dos Estados unidos pode transformar uma quantia de dólares em Criptomoeda e enviá-la a uma pessoa no Brasil, e esta poderá transformar essa quantia em reais. Tudo isso em questão de minutos, sem necessidade de qualquer intermediário, com uma alta segurança contra hackeamento ou erro, por causa do sistema de Blockchain.

Ficou interessado? Então vamos conhecer um pouco mais sobre o universo das criptomoedas no Brasil e no mundo.

O surgimento das criptomoedas

A primeira, mais famosa e utilizada Criptomoeda é o Bitcoin, que surgiu em outubro de 2008, por Satoshi Nakamoto (Pseudônimo usado pela pessoa ou pessoas que criaram o Bitcoin), quando o mundo vivia uma grande crise financeira chamada de “crise dos subprimes“.

Nos anos seguintes as criptomoedas foram ganhando seu espaço lentamente no mercado, conquistando a confiança de investidores individuais que viam nelas o futuro mercado virtual, mas sendo ainda pouco conhecidas.

No entanto, foi no ano de 2017 que elas se tornaram extremante conhecidas, pois nesse ano houve uma gigantesca alta no mercado de criptomoedas, em que o Bitcoin, que no começo do ano valia cerca de R$1.000,00 reais chegar ao valor de R$20.000,00.

Bitcoin: A primeira criptomoeda

O Bitcoin surgiu em 2008, porém somente em 2009 que de fato ele foi apresentado ao mercado por uma pessoa desconhecida, até os dias de hoje, 2019, que utiliza o pseudônimo de Satoshi Nakamoto. Não há muita informação sobre Nakamoto, no entanto, sua criação, o Blockchain, revolucionou o sistema das criptomoedas e possibilitou a ampliação do seu uso, podendo seu usada para pagar um simples café ou até mesmo comprar uma mansão e realizar transferências entre contas de forma rápida, segura e sem intermediações.

Bitcoin […] será uma disruptora das noções tradicionais de moeda. — Edmund Moy, 38º diretor do United States Mint.

O Blockchain é um dos sistemas mais seguros do mundo e é isso faz com que o Bitcoin seja muito procurado pelos maiores investidores do mundo, assim como outros indivíduos, como eu e você. A partir dela, outras moedas começaram a surgir e também adotaram ao sistema Blockchain, que atualmente é o sistema-base para as criptomoedas do mercado.

Bitcoin Criptomoeda

Mercado de criptomoedas hoje 

Como o mercado está se expandido, hoje existem mais de 5000 tipos de criptomoedas, sendo o Bitcoin ainda a principal, mas seguidos de outras que estão também se consolidando do mercado, como a Litecoin, Ethereum, XRP, Bitcoin Cash, Litecoin, Monero, zCash, TrueUSD, NEM, Stellar e EOS.

Confira a tabela com os valores atualizados das principais criptomoedas do mercado mundial:

O mercado de criptomoedas ainda é bastante volátil, sofrendo grandes altas e baixas, por isso é necessário estudar muito sobre, assim como todo negócio.

Lembrando que cada criptomoeda tem as suas subdivisões, não sendo o necessário investir 30 mil reais para comprar um Bitcoin inteiro, por exemplo, mas pode comprar as divisões de um Bitcoin, havendo a possibilidade de investir valores pequenos.

É essencial que cada criptomoeda tenha seu diferencial, da mesma forma que um novo celular não pode ser somente um cópia de um antigo, as criptomoedas não seriam úteis sendo somente uma cópia do Bitcoin, no entanto, isso é o que muitas fazem, se tornando apenas cópias, por isso, é necessário uma pesquisa de mercado sobre cada moeda, pois cada uma têm uma equipe por trás, além de sua Market Cap (volume financeiro no mercado), que, quanto maior, mais relevante e segura será, além é claro, da necessária inovação para o meio.

Criptomoedas no Brasil

No brasil, o mercado de Criptomoedas, apesar de pequeno (cerca de 1,1% do Bitcoin mundial), está em ascensão, surgindo diversas exchanges (corretoras de criptomoedas), que são cerca de 30, dentre as quais as principais são:

Todas trabalhando principalmente com Bitcoin, Litecoin e Ethereum. No entanto, somente a Foxbit, Mercado Bitcoin e BitcoinTrade possuem aplicativo para IOS ou Android. Uma estratégia simples é ter conta em mais de uma Exchange, tendo mais acesso as criptomoedas disponíveis no mercado.

Caso o mercado das Criptomoedas tenha te interessado, nosso site contém diversos artigos detalhados sobre o assunto, que podem te encaminhar nesse mercado revolucionário que está à espera de pessoas bem preparadas e conscientes para começar a investir.

Comments (No)

Leave a Reply