O que é e como funciona IOTA e a Internet das Coisas?

IOTA e a Internet das Coisas

A IOTA é uma criptomoeda descentralizada criada com o objetivo de possibilitar microtransações sem custos que possa ser usado no sistema futurista chamado Internet das Coisas. Ela foi criada em 2016 por um matemático russo/brasileiro chamado Serguei Popov. Diferentemente de outras criptomoedas, ela não usa Blockchain, mas sim um sistema ainda mais avançado.

Como IOTA funciona?

A IOTA utiliza a tecnologia Tangle (tecnologia de registro distribuído) ao invés da tecnologia Blockchain. Essa tecnologia substitui o sistema de encadeamento uni sequencial de blocos do Blockchain por uma tecnologia em rede.

No Blockchain é necessário que 51% dos usuários da rede chamados mineradores (que são pessoas que ganham criptomoedas para aprovem a transação para que elas sejam efetuadas), o que é algo muito seguro e eficiente. No entanto, as taxas cobradas para cada transação, usadas paga pagar os mineradores, acabam sendo muito altas para microtransações.

A IOTA utiliza uma tecnologia que resolve esse problema, pois ela não diferencia minerados de usuários comuns. Nele, em cada transação o usuário remetente aprova e verifica duas transações anteriores. Nesse sistema, quanto mais usuários utilizarem a rede, mais segura e confiável ela será.

Assim, a tecnologia Tangle proporciona uma maior escalabilidade, ou seja, capacidade para suportar mais transações que a tecnologia Blockchain, com menores custo de operação na rede e sem a possibilidade de existir um hardfork (algo que acontece no Blockchain com o aumento do número de transações). É normalmente comercializada a Miota, que vale um milhão de IOTAS.

IOTA e a Internet das Coisas

O foco da IOTA é a internet das coisas, que é a utilização da internet em todos os dispositivos, não somente computadores, celulares e televisões, mas também fogões, ar condicionados, geladeiras, lâmpadas, veículos, tudo o que for eletrônico, fazendo a transmissão de informações e comandos desses itens em tempo real de informações, possibilitando ações pelo celular como, saber quanto de gasolina seu carro está, apagar e acender as lâmpadas da sua casa, etc.

A IOTA tiraria proveito de tal tecnologia para fazer com que cada uma dessas coisas tivessem uma “carteira” própria, por exemplo, quando o fogão estiver com pouco gás, ele poderia fazer um pedido automático de mais uma botija de gás, e ele pagaria a botija com o dinheiro que está na carteira reservada para ele, ou um carro poderia debitar automaticamente de sua carteira o valor de gasolina nele colocado. A IOTA se encaixa perfeitamente nesses exemplos pois ela foi feita visando microtransações do gênero e nela não há taxas de transferência.

Vantagens da MIOTA

  • Maior velocidade transações do que sistemas que utilizam blockchain
  • Escalabilidade infinita
  • Não está sujeita a Hardfork
  • Não cobra taxas por transação
  • É uma criptomoeda que mais possuí apoiadores de peso, como Cisco, Microsoft e Samsung
  • Não faz distinção entre usuários e mineradores, tornando-se totalmente descentralizada
  • Garante um canal seguro de comunicação entre dispositivos, criptografando as informações da rede;
  • Resistência a ataques de hackers

Desvantagens da MIOTA

  • A grande desvantagem da IOTA é que é uma criptomoeda muito nova no mercado e que seu potencial ainda não pode ser devidamente porque depende de tecnologias ainda em desenvolvimento.

O que é e como funciona IOTA

Cotação da IOTA hoje?

O valor da IOTA hoje é de:

.

Como comprar IOTA?

O primeiro passo é cadastrar-se em uma Exchange brasileira, depois precisa transferir esses Bitcoins comprados para uma exchange estrangeiras (eToro, 24option, plus500, Binance e a Bifnex) que negocie IOTA-MIOTA, Nessa nova exchange, você compra suas IOTAs utilizando os Bitcoins que você possui.

Uma nova exchage que está atuando no Brasil chamada Novadax está proporcionando a oportunidade de comprar IOTA. Eles são parte do Abakus Group (Holding Wecash) que está presente globalmente com escritórios no Vale do Silício (Califórnia), Suíça, Indonésia, Cingapura, Brasil, Pequim, China. Ela chegou ao Brasil em maio de 2019 e está sendo bastante promissora.

Parcerias

A IOTA, como já mencionado, tem grandes parcerias, que estão com ela desenvolvendo tecnologias futuristas. Ela está desenvolvendo aplicativos com a Microsoft, como os da geladeira inteligente, capaz de detectar os itens que estão faltando, consultar os preços nos mercados, e repor a geladeira.

Trabalhando com a Volkswagen em projetos sobre mobilidade inteligente. Formulando, com a DnB (grupo financeiro da Noruega) novos modelos de negócios, sistemas de gerenciamento de privacidade de dados e hackathons coletivos, e com a Bosch (Empresa multinacional eletrônica de engenharia e da Alemanha) será a criação de um dispositivo capaz de coletar dados da IoT em tempo real, este dispositivo está sendo chamado de “kit de desenvolvimento de domínio cruzado (XDK)”, com a Fujitsu (fornecedora líder de produtos e serviços de TI) firmou uma parceria no desenvolvimento de um novo padrão de protocolo quando se trata de produtos e serviços de TI.

Comments (No)

Leave a Reply