Como investir em Criptomoedas? Por onde começar?

Como investir em Criptomoedas

Antes da falarmos das maneiras práticas sobre como investir em criptomoedas, temos que falar de alguns cuidados necessários para que que você possa fazer um bom investimento e com toda a segurança que a tecnologia oferece, e para evitar que você caia em ciladas e roubos.

A primeira coisa a se avaliar é que o investimento em criptomoedas é altamente volátil, ou seja, os preços sobem e descem em extremos constantemente, o que possibilita que você possa ganhar muito rapidamente ou perder tudo sem nem ver o que te atingiu, por isso deve avaliar se sua carteira de investimento pode comportar um essa volatilidade. Aconselha-se que o investimento inicial não passe de 5% da sua carteira ao mês.

Deve avaliar se a exchange (se você optar por uma) permite que suas criptomoedas fiquem em uma carteira própria para você ou se tem que ficar em uma carteira no domínio dela. Para sua segurança é aconselhado que você coloque todo o seu Bitcoin e criptomoedas adquiridos através das transações em sua carteira própria. Pois dificulta que os hackers e pessoas de má fé possam ter acesso.

As criptomoedas não servem como reserva de valor devido a sua alta volatilidade, pelo menos ainda é muito arriscado usá-las dessa maneira, como já mencionado, devem usar investimentos pequenos inicialmente que não comprometam sua vida financeira.

O mercado das criptomoedas não é regulamentado no Brasil, então quando há uma perda significativa de valor, seja com hackeamento ou algum acidente, vai ser em difícil conseguir algo na justiça.

Deve-se também ter cuidados na hora de escolher uma exchange para investir em criptomoedas, como verificar se ela possui contas segregadas para os clientes, se elas passam explicações detalhadas dos riscos de investimento, se pedem documentação do investidor e comprovação da capacidade financeira, estabelecer sistemas adequados contra lavagem de dinheiro, se tem um sistema de proteção de ativos, como a dispersão de chaves privadas, se fornece extratos detalhados ao cliente, comprovantes de renda e se ela faz promessa absurdas.

Mas, o que é necessário para começar a investir em criptomoedas?

Para se se investir em criptomoedas, primeiramente, deve-se fazer uma carteira digital, ou wallets, que é um local em que são guardadas as criptomoedas do investidor, elas são acessadas por chaves eletrônicas, sendo elas online ou offline, o que você pode fazer entrando do site Bitcoin.

Escolha sua carteira digital

Você poderá escolher entre as carteiras Bitcoin Knots, Bitcoin Core, Green Address, ArcBit, mSIGNA, Armory, Bither e Electrum, cada uma com o seu diferencial, por isso você deve estudar cada uma. Há carteiras que funcionam apenas em smartphones como aplicativos, outras para desktop, tanto para PC como para Mac e para Linux. ​Aos fazer sua carteira, você já pode comprar e vender criptomoedas.

Quem gerencia a carteira?

Aos fazer sua carteira digital de criptomoedas, você tem que decidir se você mesmo gerenciará seus investimentos, ou se escolherá uma Exchanges, as corretoras de criptomoedas. Elas, são semelhantes a uma corretora tradicional, eles usarão os recursos que você disponibilizar para investir em bitcoin. No Brasil existem várias exchanges, dentre elas temos: Mercado Bitcoin, FoxBit, Coinext e FlowBTC.

por onde começar a investir em Criptomoedas

Mas as exchanges não são a única opção no mercado, existem também as Gestoras de Criptomoedas, que se diferenciam das exchanges por exigir a tutela das criptomoedas dos clientes. As gestoras de criptomoedas operam com algoritmos que fazer bilhões de operações ao dia, elas processam bilhões de operações por dia, em alguns casos negociando outras criptos além da depositada pelo investidor, oferecendo altos riscos, dependendo da segurança que a Gestora oferece.

Há também Gestoras de Fundo de Criptomoedas, que tem o diferencial de só pedir que o investidor invista dinheiro, sem a necessidade de criar uma carteira para criptomoedas, a própria gestora converte esse valor de reais para a criptomoeda. Ela tem o trabalho de investir a criptomoeda, tendo essa opção uma menor chances de altos lucros.

Por último, existe a opção da mineração, em que são verificadas as transações financeiras da bitcoin, e o minerador que verificar primeiro ganha um valor em criptomoedas. Essa opção é mais complexa, pois se deve investir em equipamento próprio para o ramo.

Celebridades que investem em criptomoedas

O mercado das criptomoedas tem chamado a atenção das mais variadas pessoas, inclusive alguns famosos têm entrado no mercado. Uma delas é o ator Ashton Kurtcher, que é cofundador da empresa investidora da BitPay, A-Grade Investimento, investindo nela o valor de 12 milhões em criptomoedas.

O super jogador de futebol Lionel Messi também investe em criptomoedas, além ser garoto propaganda da empresa SirinLabs, o ex-boxeador Floyd Mayweather, atriz Melanie Brown, o cantor americano Akon, o Rapper 50Cent, a lenda do boxe Myke Tyson, e outras personalidades já entraram nesse novo mercado.

E você ta esperando o que para começar a investir em criptomoedas? Aqui no CriptoSmart você fica por dentro de tudo o que acontece no mundo dos Bitcoins, Criptomoedas e Blockchain.

Comments (No)

Leave a Reply