Como investir em Bitcoin? Tudo que você precisa saber!

Como investir em Bitcoin

Aqui estão pontos essências para quem quer começar a investir em Bitcoin com segurança, e lembrando que todo investimento deve ser bem pensado, que só se ganha uma fortuna de uma vez os vencedores da loteria.

Se você está interessado em saber mais sobre como funciona o mercado de criptomoedas e como começar a investir, está no lugar certo! Nós do Blog CriptoSmart preparamos um guia completo para que você possa começar seus investimento em Bitcoin hoje!

Transações instantâneas, sem estornos, sem contas congeladas, taxas mínimas por transferências, sem saldo mínimo, sem saldo máximo, acesso mundial, sempre aberto, sem ter que esperar por horário comercial para fazer transações, sem ter que esperar que sua conta seja aberta para fazer transações, abrir uma conta em poucos segundos, tão fácil quanto um e-mail, sem necessidade de conta bancária, qualquer pessoa pode usar, sem processo de impressão, sem inflação, sem resgates bancários, completamente voluntário. Isso parece o melhor sistema de pagamentos do mundo! — Trace Mayer, J.D. — Especialista monetário em Ouro e Bitcoin.

Apesar de todas as vantagens que o Bitcoin oferece ao mercado, ainda sim é preciso estar atento e conhecer os riscos que este investimento oferece. Por isso, antes de investir em Bitcoin veja abaixo os principais riscos que esse mercado trás ao investidor.

Principais riscos de investir em Bitcoin

Atualmente é possível encontrar diversas notícias sobre o mercado Bitcoin e é possível observar os grandes retornos que os investidores estão obtendo no curto e médio prazo, é importante ressaltar que este é um investimento de alto risco. Sendo assim, antes de comprar e investir em BTC, entenda algumas particularidades do mercado.

Bitcoin não é regulamentado por um Banco Central
Antes de investir seu dinheiro em Bitcoin ou em qualquer outra criptomoeda é preciso saber que elas não são regulamentadas por nenhum órgão do Governo Brasileiro. Apesar de serem comercializadas no país, elas não são emitidas por nenhuma autoridade monetária brasileira, portanto, o risco fica todo para os compradores.

Possível bolha financeira
As criptomoedas, principalmente o Bitcoin, viraram as “queridinhas” dos investidores mundiais. Existem muitas pessoas investindo na moeda e conseguindo obter um retorno alto em um curto prazo. O crescimento acelerado pode desencadear uma bolha financeira que pode trazer milhões de reais em prejuízos.

As perdas não são garantidas pelo FGC
Se você possui uma carteira de Bitcoins em uma Exchange e está por algum motivo declarar falência, você não conseguirá obter o dinheiro investido de volta pois não há nenhum órgão, como o Fundo Garantidor de Crédito, que oferece uma margem de retorno, como acontece em outros mercados.

Moeda “sem valor real”
Por ser uma moeda totalmente digital, não é possível comprovar o seu valor real. Como acontece com todas as outras moedas tradicionais.

Mercado extremamente volátil
O Bitcoin é um investimento muito volátil, em questão de horas o seu preço pode mudar completamente. Há históricos  de registros em que a moeda já apresentou em um único dia oscilações acima de 20%. O que não acontece em alguns investimentos do mercado.

Acompanhe o gráfico abaixo para ter uma noção de como o mercado do Bitcoin pode mudar rapidamente.

Agora que você conheceu os principais riscos de investir em Bitcoin, chegou o momento de saber como é possível investir na primeira moeda digital da história, confira!

Como investir em Bitcoin?

Investir em Bitcoin através de uma Exchange

Exchange é uma corretora de criptomoedas, cada uma estabelece suas próprias taxas, custos e formas de pagamento. Por essa descrição básica, é possível entender porque muitos investidores acreditam que elas sejam semelhantes às corretoras do mercado financeiro.

Elas ajudam a investir com segurança, protegendo jovens investidores do oportunismo vigarista de hackers. Esse ambiente deve sempre prezar pela eficiência, clareza e agilidade. Um erro de sistema pode causar prejuízos astronômicos a diversos investidores.

Investir em Bitcoin por meio de uma Exchange traz vantagens como:

  • Ter profissionais que conhecem o mercado e que sabem as melhores maneiras de investir;
  • Se livrar da chance de golpes na internet que prometem dinheiro fácil rapidamente – as famosas pirâmides financeiras;
  • Ter atenção e esclarecimento as suas dúvidas sobre opções de investimento no mercado.

No entanto, existem observações a serem feitas, como, por exemplo, se a Exchange tem uma carteira separada para seus investidores, se o dinheiro investido fica em domínio do investidor ou da própria Exchange, caso fique com a Exchange, se ela falir, o dinheiro investido é perdido.

Além é claro, verificar se ela pede as documentações pessoais de cada cliente, se há uma transparência nos investimentos e dados da empresa, se ela presta conta dos seus investimentos, algo obrigatório no Brasil.

Escolher uma Exchange não é obrigatório para quem quer investir em bitcoin, pois você mesmo pode estudar sobre o mercado e começar a investir por conta própria, basta disposição para aprender e muita cautela sobre onde investir e sobre quanto investir.

Lembrando que para iniciantes uma margem segura de investimentos é 5% de sua carteira de investimentos tradicional ao mês, os primeiros investimentos devem ser didáticos, ou seja, você investe, e, se perder, perde pouco mas ganha experiência para negociações futuras. No Brasil existem várias Exchanges, dentre elas temos: Mercado Bitcoin, FoxBit, Coinext e FlowBTC.

 investir em Bitcoin hoje

Investir com Gestoras de Criptomoedas

As Gestoras de Criptomoedas se diferenciam das Exchanges por exigir a tutela das criptomoedas dos clientes. As gestoras de criptomoedas operam com algoritmos que fazer bilhões de operações ao dia, elas processam bilhões de operações por dia, em alguns casos negociando outras criptos além da depositada pelo investidor, oferecendo altos riscos, dependendo da segurança que a Gestora oferece.

Há também Gestoras de Fundo de Criptomoedas, que tem o diferencial de só pedir que o investidor invista dinheiro, sem a necessidade de criar uma carteira para criptomoedas, a própria gestora converte esse valor de criptomoeda. Ela tem o trabalho de investir a criptomoeda, tendo essa opção uma menor chances de lucros.

Essas opções, apesar dos riscos da custodia das criptomoedas, podem ser muito interessantes pois essas gestoras possuem analistas, utilizam dados históricos de uma série de criptomoedas com auxílio de algoritmos desenvolvidos para aumentar a chance de rentabilidade.

Além disso, algumas também usam inteligência artificial e modelos estatísticos, como robôs que atuam como trader (investidor do mercado financeiro que busca ganhar dinheiro com operações de curto prazo, aproveitando-se da volatilidade do mercado).

Negociar Bitcoin por Peer-to-Peer (P2P)

Peer-to-Peer é uma modalidade de negociações de pessoa para pessoa, ou seja, você negocia diretamente com o vendedor/comprador. Diversos investidores optam por comprar Bitcoin através da plataforma P2P por já estarem familiarizados com a outra parte e pela praticidade e rapidez.

Comprar BTC através da Casa de Câmbio

Comprar BTC diretamente em uma Casa de Câmbio é um processo simples, rápido e seguro. O investidor precisa somente informar suas próprias ordens de compra e venda.

No entanto, a abertura de conta é um pouco mais complexa e burocrática e algumas informações pessoais do compradores/investidor ficarão disponíveis na plataforma.

Obter Bitcoin em caixas eletrônicos

Essa é uma das mais novas modalidades de compras de Bitcoins no mundo. Estamos falando dos caixas eletrônicos, como aqueles que você faz saque de dinheiro. Estes ainda não são vistos com muita frequência, mas, em lugares como a Suíça, a Ucrânia e a Espanha, já é possível encontrar essas máquinas.

Vale lembrar que antes de tomar qualquer decisão e escolher o modo como você irá investir em Bitcoin, é preciso que você avalie o seu perfil de investidor e se realmente esse tipo de investimento irá ajudá-lo a alcançar o seu objetivo financeiro. Ao contrário disso, o Bitcoin pode não ser a melhor alternativa.

Esperamos que tenham gostado do nosso post e que ele possa ter ajuda a esclarecer algumas dúvidas sobre como investir em Bitcoins. Deixe o seu comentário.

Comments (No)

Leave a Reply